PAULO ERREIRA
Psicoterapeuta Cognitivo-Comportamental e do Esquema
Executive Coach - Método de Marshall Goldsmith




Psicologia - Universidade de São Paulo
Terapia Cognitiva - Instituto de Terapia Cognitiva
Terapia do Esquema - Wainer Psicologia Cognitiva
Coaching Executivo - Marshall Goldsmith Coaching
Coaching Executivo - Erickson College
NeuroCoaching - Neuroleadership Institute
 
 
 
 
 
 
Paulo Erreira é um profissional que conta com mais de 25 anos de atuação no mercado brasileiro. Atua como Psicoterapeuta Cognitivo Comportamental e como Coach Executivo.

Seguem abaixo credenciais para a execução de suas atividades.

•  Graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo.

•  Formação em Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) pelo Instituto de Terapia Cognitiva (ITC). O ITC é uma referência na formação em TCC e seu curso, teórico e prático, é ministrado, principalmente, pela Dra. Ana Maria Serra, uma autoridade na área, especialista em TCC, mestre pela Universidade de Illinois (EUA) e PhD pelo Institute of Psychiatry da Universidade de Londres, onde atuou como instrutora no Centro de Treinamento em Terapia Cognitivo- Comportamental.

•  MBA em Gestão Estratégica de Negócios, pela Fundação Getúlio Vargas.

•  Especialização em Terapia do Esquema, que integra a terceira onda evolutiva da TCC. Esta especialização está sendo realizada no Instituto Wainer, referência no Brasil, dirigido por Ricardo Wainer, Especialista em Terapia do Esquema, com treinamento avançado pelo New Jersey/New York Schema Institute e Professor Doutor Titular da Faculdade de Psicologia da PUCRS. Ricardo Wainer é Diretor da Wainer Psicologia Cognitiva e estruturou o primeiro curso de Terapia do Esquema do Brasil com credenciamento e selo da ISST.

•  Formação em Coaching Executivo, pelo Stakeholder Centered Coaching, de Marshall Goldsmith, considerado o Coach nº1 do mundo.

•  Formação em Coaching Executivo pelo Erickson College Institute.

•  Complementação em Neuro-Coaching, aprendendo os fundamentos de coaching no NeuroLeadership Institute de David Rock.

Paulo Erreira conduz seus processos de Psicoterapia seguindo a linha da Terapia Cognitiva-Comportamental e da Terapia do Esquema.

No que diz respeito a Executive Coaching, usa todos os seus conhecimentos adquiridos em suas três formações em coaching, mas a metodologia adotada é a do Stakeholder Centered Coaching, de Marshall Goldsmith.

Hoje, com 50 anos de idade, casado há quase 20 anos e pai de dois filhos, Paulo conta com significativa experiência de vida e profissional.

Sua experiência passada no mundo corporativo tem sido valorizada por seus clientes como diferencial de seu perfil, por entender a realidade estressante das corporações e por poder abordar problemas que lhe são típicos com conhecimento e propriedade. Após ter atuado como Business Partner de Recursos Humanos, migrou para a área de serviços, em Consultorias de Executive Search. Atuou por mais de 20 anos com recrutamento, seleção e avaliação de altos executivos (diretores, C-Level e presidentes de empresas) sendo sua escola profissional a multinacional Spencer Stuart do Brasil (para detalhes, visite o site www.spencerstuart.com), onde trabalhou em seus últimos 12 anos na função de Executive Recruiter.

   
 
 
 
 
 
 

A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) é uma abordagem do campo das psicoterapias que é aplicada a uma ampla gama de transtornos psicológicos, sendo hoje uma das abordagens mais recomendadas por médicos psiquiatras para o tratamento de casos de depressão e dos transtornos de ansiedade, tais como a ansiedade generalizada, fobias diversas, transtorno de pânico, transtorno obsessivo compulsivo (TOC), dentre outros.

A TCC foi estruturada pelo Dr. Aaron T. Beck, professor de Psiquiatria da Pennsylvania University, em conjunto com colaboradores. Segundo Beck, a TCC é uma terapia estruturada, geralmente de curta duração (12 a 24 sessões), altamente eficaz e voltada para o presente. É direcionada para a solução de problemas emocionais que estejam afetando a pessoa em seu momento atual e para a modificação de pensamentos e comportamentos disfuncionais (inadequados ou inúteis) e que tornam a vida da pessoa muito mais difícil do que o aceitável.

O tratamento é baseado em uma conceituação, ou compreensão, construída para cada paciente. O psicoterapeuta dedica seus esforços para entender detalhadamente em seu cliente quais são seus esquemas mentais primários (geradores de crenças de incapacidade, inadequação e não-estima que, por sua vez, geram a tristeza e a depressão) e secundário (sentimento de vulnerabilidade, que as diferentes manifestações da ansiedade), crenças centrais disfuncionais, padrões mentais negativos e comportamento disfuncional.

Dentre seus objetivos, o psicoterapeuta almeja propiciar ao seu cliente várias formas de mudanças cognitivas e a modificação no sistema de crenças centrais da pessoa. Com isso, produz-se mudanças emocionais e comportamentais duradouras.

O terapeuta também tem por objetivo conduzir seu paciente no processo do desenvolvimento da flexibilidade cognitiva e da capacidade de resolução de problemas, o que torna sua vida muito mais funcional e satisfatória, restabelecendo em grande parte o prazer de viver.

O cliente desenvolve junto com seu psicoterapeuta um profundo processo de autoconhecimento.

Como trata-se de um processo terapêutico que geralmente traz efetivos resultados para os males causados pelos elevados níveis de stress característicos de nosso mundo de hoje, a TCC é a linha terapêutica mais indicada por médicos, tais como psiquiatras, neurologistas e cardiologistas, para casos onde apenas os medicamentos não estão trazendo o resultado almejado.

As sessões são de 50 a 60 minutos. No início do processo, devem ser, idealmente, realizadas uma vez por semana, podendo passar a ser quinzenais na medida em que o paciente comece a apresentar melhorias.

Sobre a Terapia do Esquema

A Terapia do Esquema, criada por Jeffrey E. Young (PhD e professor da Columbia University) e seus colaboradores, faz parte da terceira onda da TCC, que tem sido complementada desde sua criação por Aaron T. Beck.

Conforme Young diz em seu livro sobre o assunto, “a terapia do esquema proporciona um novo sistema psicoterápico especialmente adequado a pacientes com transtornos psicológicos crônicos arraigados, até então considerados difíceis de tratar. Em nossa experiência clínica, pacientes com transtornos de personalidade profundos, assim como aqueles com questões caracterológicas importantes que subjazem os transtornos de Eixo I (desordens clínicas, como a depressão e a ansiedade), em geral respondem muito bem a tratamentos baseados em esquemas (às vezes combinados a outras abordagens)”.

Essa linha é especialmente indicada para casos de transtornos de personalidade do Eixo II, tais como: borderline, narcisista, obsessivo compulsivo (TPOC), histriônica, alimentares, dentre outros. Os tratamentos destes transtornos requerem, além dos processos comuns da TCC, um maior aprofundamento do ponto de vista emocional, na busca da origem dos problemas e na cura esquemática. São pesquisados os funcionamentos de 18 esquemas principais e tratamentos dessa natureza podem ter duração mais longa do que os tratamentos tradicionais da Terapia Cognitivo- Comportamental.

As sessões são de 50 a 60 minutos. Nos tratamentos com a Terapia do Esquema, as sessões podem permanecer semanais por um tempo bem maior do que nos tratamentos utilizando a Terapia Cognitivo-Comportamental.

 
 
 
 
 
 

Paulo conduz processos de Coaching para os níveis gerencial e executivo.

Coaching Executivo Comportamental é um processo de suporte a executivos de alto desempenho que estejam apresentando comportamentos de liderança que precisam ser aperfeiçoados para suas atuações como líderes. Também é indicado para o desenvolvimento de competências críticas para atuação em ambiente corporativo.

A metodologia de Coaching Executivo que uso é a de Marshall Goldsmith, um dos pensadores sobre liderança mais influenciadores no mundo, chamada de Stakeholder Centered Coaching (SCC), que tem seu foco na atuação sobre a mudança comportamental em executivos. Dois pontos principais desta metodologia:

•  Objetiva capacitar líderes bem-sucedidos a alcançar níveis superiores e mudanças mensuráveis e positivas em seus comportamentos de liderança.

•  É um sistema de aprimoramento contínuo para si mesmos e para suas equipes.

O processo envolve a participação de Stackholders, que vão, no início do processo, passar suas visões sobre o que o cliente está fazendo bem e o que ele precisa melhorar, em termos comportamentais e de desenvolvimento de competências. Tais Stakeholders terão o papel de observar o desenvolvimento do cliente ao longo dos meses, e serão contatados periodicamente pelo coach.

A relação entre o Coach e o Cliente é de parceria

No processo, o Coach não é uma figura de autoridade e também não é um subordinado. A relação entre o Coach e o Cliente é marcada por um trabalho de parceria, onde compartilha-se a responsabilidade pelo sucesso. A relação entre o Coach e o Cliente só será bem-sucedida se for de total confiança.

Confidencialidade

Seguindo os princípios éticos da profissão de Coach, Paulo Erreira se compromete a manter total confidencialidade sobre seu cliente e sobretudo o que for discutido durante as sessões. Obviamente, apenas assuntos em conformidade com a ética devem ser tratados no processo.

Comprometimento com as tarefas

O processo demanda do executivo coragem, humildade e total comprometimento com o sucesso. Em todas as sessões serão definidas pelo próprio cliente tarefas que ele se compromete concluir para caminhar na direção do alcance de objetivos. É muito importante que o cliente se comprometa seriamente a realizá-las com o máximo empenho. Sem isso, seu sucesso será seguramente comprometido.

 

Sobre as sessões

O processo típico de Coaching Executivo é realizado em 12 sessões, de 1h00 a 1h30. As primeiras sessões, geralmente, são feitas semanalmente. A partir daí passam a ser mensais, pois o cliente terá muitas tarefas a concluir e precisa de tempo para realizá-las.
 
 
 
 
 
 

Também ministro palestras tanto sobre a psicologia cognitiva quanto sobre Coaching e desenvolvimento de profissionais.

Em psicoterapia, são tratados assuntos como o funcionamento básico da formação de crenças e os principais erros cognitivos, que atrapalham nosso dia a dia.

Na área de Coaching são tratados aspectos referentes às principais competências executivas e como emprega-las no dia a dia. Também trata-se sobre inteligência emocional e seu desenvolvimento.

 
 
 
 
 
 
 
Avenida Lins de Vasconcelos, 3282 - cj 41 - Vila Mariana - São Paulo
 
 
 
 
 
 
 
 

Nome



Email



Telefone





Mensagem





Ou se prefirir, direto pelo Whatsapp
Só clicar no ícone abaixo.



 
 
 
 
 
 
Av. Lins de Vasconcelos, 3282 - cj. 41 - Vila Mariana - São Paulo - Próximo ao Metrô Vila Mariana

paulo@mentefuncional.com.br


(11) 98244-5155




©Copyright 2017 Mente Funcional - Todos os direitos reservados